A gestão do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) em Goiânia obteve uma desaprovação de 63,2%, de acordo com uma pesquisa conduzida pelo instituto Paraná Pesquisas. A taxa de aprovação registrou 32,2%, enquanto 4,6% dos entrevistados não souberam ou optaram por não opinar.

Ao serem indagados sobre a avaliação da administração de Cruz, 2,9% dos participantes a consideraram ótima, 17,5% responderam como boa, 26,8% avaliaram como regular, enquanto 14,6% julgaram como ruim e 36,6% como péssima. Aqueles que não souberam ou não opinaram representaram 1,6% do total.

Comparando com os dados de julho de 2023, a aprovação na época era de 37,1%, a desaprovação atingia 56,6%, e 6,3% não souberam ou não opinaram. Em relação às respostas específicas, a avaliação ótima era de 2%, boa 19,3%, regular 32,1%, ruim 11,6%, péssima 32,7%, e não sabe/não opinou 2,4%.

Analisando por gênero, a aprovação entre os entrevistados do público masculino foi de 33,6%, com desaprovação de 60,6% e 5,9% que não souberam ou não opinaram. No público feminino, 31,1% aprovaram a gestão, 65,4% desaprovaram, e 3,5% não souberam ou não opinaram. Veja outros detalhes:

Metodologia

Foi utilizada uma amostra de 680 eleitores, sendo estratificada segundo gênero, faixa etária, grau de escolaridade, renda domiciliar mensal e posição geográfica.

O trabalho de levantamento dos dados foi feito através de entrevistas pessoais, com eleitores com 16 anos ou mais, entre os dias 31 de janeiro e 05 de fevereiro de 2024, sendo auditadas, no mínimo, 20,0% das entrevistas.

O grau de confiança é de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 3,8 pontos percentuais para os resultados gerais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o n.º GO-09948/2024.

Leia também: