Para volta às aulas presenciais, programa de testagem rápida examinará crianças e adolescentes

“Nossos alunos tem a necessidade de conviver, de voltar às aulas presenciais, essa é uma demanda muito forte. Vamos fazer com que isso seja bem monitorado”, disse o governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado

Para evitar que crianças que se encontram em férias escolares no mês de julho vão contaminadas com a Covid-19 para as aulas presenciais, que devem retornar no dia 2 de julho, na rede estadual de ensino, programa de testagem rápida será organizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) do território goiano. Tanto a data da volta às aulas quanto o programa foram anunciados pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), durante a Maratona de Vacinação contra o coronavírus que ocorreu no sábado, 10.

“Não é simplesmente voltar as crianças as aulas, temos que fazer a testagem e ver se tem alguma criança que esta assintomática, mas contaminada, por exemplo. Vamos fazer com que isso seja bem monitorado”, explica Caiado. A justificativa, para o governador, é a urgência que o retorno presencial dos alunos representa ao ensino e aprendizado. “Nossos alunos tem a necessidade de conviver, de voltar às aulas presenciais, essa é uma demanda muito forte”, completa.

Com o avanço da vacinação contra o coronavírus no estado, que já aplicou mais de 2,9 milhões de doses, Ronaldo Caiado ressalta que a meta é que, até setembro, todas as pessoas acima de 18 anos já tenham recebido a primeira etapa do imunizante. “Outras vacinas também já estão sendo testadas para crianças, então logo vamos ampliar depois até os 12 anos”, completou o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.