Para secretária da Economia, pesquisa que mostra população favorável a incentivos é questionável

Cristiane Schmidt disse que quer ter acesso à metodologia que levou ao resultado de mais de 70% dos goianos aprovando a concessão de benefícios a empresas

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A secretaria de Economia, Cristiane Schmidt, durante fala em seminário da Fieg, questionou a pesquisa da Adial que indica expressivo apoio aos incentivos fiscais às empresas do município. Segundo ela, que ainda quer ter acesso a metodologia, as perguntas podem enviesar o tema.

“Se você perguntar quem quer uma nova indústria no Estado, gerando emprego e renda, todos dirão que sim”, exemplificou. Para ela, a pesquisa foi, no mínimo, questionável.

Ainda segundo Schmidt, existe uma grande desinformação quando se trata de benefícios fiscais.

Pesquisa

Em pesquisa divulgada pela Adial no último dia 21, foi apontado que 98,3% dos goianos acha muito importante ou importante para o desenvolvimento econômico do Estado utilizar de incentivos fiscais para atrair empresas.

Além de criar novos empregos formais, os moradores de Goiás enxergam na industrialização da economia estadual uma grande oportunidade para gerar novos negócios nas cidades onde as empresas estão instadas ou são anunciados investimentos, aumenta a arrecadação de impostos, além de atrair mais escolas e universidades.

Inclusive, 97,7% dos goianos são a favor da instalação de novas indústrias em Goiás e 74,3% aprovam os programas do Estado para atrair novos investimentos privados por meio de incentivo fiscal.

As pesquisas, quantitativa e qualitativa, inéditas encomendadas pela Adial Goiás, ao Instituto Fortiori, registraram a percepção dos goianos em relação à industrialização, geração de empregos, desenvolvimento econômico e incentivos fiscais no Estado. A pesquisa quantitativa ouviu 800 goianos entre 20 e 29 de abril deste ano em mais de 40 municípios goianos.

A margem de erro, para mais ou menos, é de 3%. Já as pesquisas qualitativas foram realizadas no mesmo período em Goiânia, Anápolis, Rio Verde e Catalão, sempre com dois grupos em cada cidade.

2 respostas para “Para secretária da Economia, pesquisa que mostra população favorável a incentivos é questionável”

  1. Avatar HELVIO BORGES REZENDE disse:

    Deveria ouvir o povo nas questões populares! Saúde, educação, transporte, segurança, etc. Aí sim vão ter o que fazer! Pesquisa popular sobre incentivos fiscais? Conta outra vai!

  2. Avatar Helvio Borges Rezende disse:

    Mentira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.