Para reabrir, Mutirama passa por inspeção e brinquedos têm peças trocadas

Comissão responsável pela reforma do parque recebeu nesta segunda-feira (12) a equipe do Conselho Regional de Engenharia de Goiás (Crea-GO)

Foto: Mayara Carvalho/Jornal Opção

Com previsão de reabertura para o próximo mês, o Parque Mutirama, fechado desde julho do ano anterior, tem sido alvo de uma inspeção geral e um trabalho de manutenção corretiva em todas as suas atrações.

Nesta segunda-feira (12/3), a comissão responsável pela reforma recebeu no espaço de lazer a equipe do Conselho Regional de Engenharia de Goiás (Crea-GO). Os engenheiros da instituição vão acompanhar e supervisionar diariamente o que está sendo feito para que o parque seja reaberto.

Em entrevista coletiva, o gestor do contrato para a reforma, Frank Fraga, adiantou que serão necessárias diversas adequações nos brinquedos, incluindo troca de peças.

Parte do material já está disponível no almoxarifado do parque e o restante será adquirido mediante abertura de processo licitatório. As substituições começam na próxima segunda-feira (19).

Ao todo são 32 atrações, sendo que 17 já possuem laudos concluídos e outras 14  ainda passarão por inspeção. O orçamento das readequações é estimado em R$ 300 mil mais o valor de R$ 298 mil pagos à empresa Belle Engenharia, responsável pela fabribação dos laudos.

“Foi verificada a necessidade de diversas adequações, mas nada que comprometesse a segurança dos usuários. Isso é normal em um parque onde há movimentação constante. Mas vamos realizar essa inspeção e nos adequaremos aos critérios de segurança atuais”, explicou.

Além do Crea, todos os procedimentos para a recuperação do parque estão sendo acompanhados pelo Corpo de Bombeiros e outros órgãos de fiscalização.

A intenção da gestão do prefeito Iris Rezende (MDB) é reabrir o Mutirama já no próximo mês. À imprensa, no entanto, Frank Fraga sugeriu que o prazo poderia ser estendido até o meio do ano.

Tragédia

A reabertura está prevista para ocorrer nove meses após a tragédia em um dos brinquedos do espaço de lazer deixar 13 pessoas feridas. A atração chamada “Twister” sofreu uma pane, jogando as pessoas ao chão. Vídeos postados nas redes sociais mostraram o desespero de quem estava no local após o ocorrido.

Desde então, o parque está interditado e é alvo de investigações quanto à manutenção dos brinquedos e quanto a desvios de verba das bilheterias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.