Para presidente da OVG, voluntariado precisa de estímulo

Primeira-dama do estado e presidente da Organização das Voluntárias de Goiás, Valéria Perillo disse que ações de valorização da categoria têm de partir dos governos

Valéria Perillo, presidente da OVG | Reprodução/OVG

Valéria Perillo, presidente da OVG | Reprodução/OVG

A presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo discursou durante a sessão solene em homenagem ao Dia Internacional do Voluntariado, nesta segunda-feira (8), na Assembleia Legislativa.

De acordo com a primeira-dama, o voluntariado se trata de um belo trabalho e somente acrescenta à sociedade com a ação benéfica a quem precisa.

“Existem muitos voluntários que não querem aparecer e não estão aqui nesta sessão. Essas pessoas fazem um verdadeiro trabalho de formiguinha, então precisamos unir essas pessoas e tentar trazer pessoas que querem doar o seu tempo para mudar o mundo de alguém”, ressalta a presidente da OVG.

Para Valéria Perillo, o papel do voluntário, que faz essa doação constante, precisa ser reconhecido e estimulado a partir de ações como a realizada pelo Parlamento goiano nesta manhã, ressalta.

As declarações foram dadas na sessão solene extraordinária em homenagem a 51 personalidades e entidades, em menção ao Dia Internacional do Voluntariado. Os homenageados receberam o certificado pelos relevantes serviços prestados à sociedade goiana e ao Estado de Goiás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.