Para mais de 90% dos policiais brasileiros, salários baixos e corrupção dificultam atuação

Levantamento contou com a participação de 21 mil profissionais. Classe também é favorável à desvinculação com o Exército

A classe policial brasileira está insatisfeita com os salários e considera que a corrupção dos agentes é uma das principais dificuldades para um trabalho eficiente da categoria, sendo que mais da metade defende a desvinculação com o Exército. É o que registra a pesquisa Opinião dos Policiais Brasileiros sobre Reformas e Modernização da Segurança Pública, segundo a qual 99,1% dos profissionais reclamam dos baixos vencimentos, 93,6% citam a corrupção de colegas como empecilho para resultados satisfatórios e 73,7% são favoráveis à desvinculação das forças policiais do Exército –– 76,1% somente entre policiais militares.

O levantamento será divulgado na íntegra somente na quarta-feira (30/7) e contou com a consulta a 21 mil policiais de todo o país. Esse estudo foi feito em parceria pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com Escola de Direito da FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

Para o vice-presidente do Conselho de Administração do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pesquisador da FGV, Renato Sérgio de Lima, por exemplo, o alto porcentual de policiais que disseram ser favoráveis ao fim do vínculo com o Exército assinala claramente que o País precisa de avanços na agenda de desmilitarização e reforma das forças de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.