Para líder do Governo, votação da Reforma Administrativa foi teste de consolidação da base

Bruno Peixoto afirma que, hoje, grupo governista trabalha com 28 votos

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O deputado estadual e líder do governo, Bruno Peixoto (MDB), afirma que a votação da Reforma Administrativa, aprovada em primeira votação nesta semana, foi um “excelente” teste para consolidação da base. Segundo ele, hoje se trabalha com 28 votos favoráveis a pautas do Executivo.

“A base está consolidada, coesa. Aprovamos todos os projetos do governo que estão na Casa”, garantiu ele ao exemplificar sobre a criação do Batalhão Rural, que foi aprovado em segunda votação.

Ainda sobre a reforma, ao ser questionado sobre os votos contrários, Peixoto disse que “a oposição faz seu papel de tentar prejudicar o trabalho do governo. E a base tenta ajudar para trazer uma qualidade de vida para os goianos”.

Economia

O líder do governo aproveitou para reforçar que, com esta reforma, há uma previsão de cerca de R$ 500 milhões em economia durante o mandato. “O governador Caiado [DEM] tem cortado na pele significativamente. Como na reforma, que extingue mais de 1.200 cargos comissionados e mais de 2 mil gratificações”.

Por fim, Bruno destaca que foram acatadas emendas dos colegas que não geraram despesas em relação ao texto original e que contribuíram na redação do projeto. “Acolhemos várias emendas de deputados da base e de outros, sempre observando que não houvesse criação de despesas”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.