Para deputado eleito, impasse sobre Orçamento Impositivo vai influenciar na presidência da Alego

Eduardo Prado (PV) se posicionou contra adiamento da PEC e diz que futuro presidente enfrentará dificuldades

Delegado Eduardo Prado | Foto: Alberto Maia

O vereador e deputado eleito, Eduardo Prado (PV) se posicionou contra a articulação para adiar os efeitos da PEC do Orçamento Impositivo aprovada na Assembleia Legislativa de Goiás.

“Isso é uma conquista que já é prevista inclusive em outros órgãos parlamentares e dá o fortalecimento do Poder Legislativo. Esse adiamento enfraquece toda a Casa de Leis e eu tenho certeza que os deputados que lá estão não vão permitir isso”, considera,

Para Eduardo, o assunto deve influenciar ainda na eleição da nova Mesa Diretora que comandará os trabalhos na próxima legislatura.

“Eu já vi alguns deputados manifestarem que eles não concordam com essa prorrogação e se isso ocorrer, o deputado que seria abraçado pelo governador Ronaldo Caiado pode ter dificuldades de ter unanimidade na votação da Assembleia”, pontua.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.