Para Baldy, absolvição de Temer no TSE não altera crise política no Brasil

Deputado federal lembrou que fatos novos aparecem todos os dias e disse que presidente ainda tem muitas batalhas pela frente

Em entrevista ao Jornal Opção, o deputado federal Alexandre Baldy (Podemos) disse acreditar que a absolvição do presidente Michel Temer (PMDB) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não representa grandes mudanças na sua situação política. Para ele, Temer venceu a batalha, mas está longe de vencer a guerra.

O deputado não se quis fazer previsões sobre o assunto, segundo ele, porque o futuro político do Brasil é “difícil de prever”. Isso porque, ressalta, a crise que Temer enfrenta vai além da questão do TSE. “A PGR [Procuradoria-Geral da República] deve apresentar denúncia em breve, é difícil fazer um prognóstico, podem aparecer novos fatos a cada dia”, pontuou.

Na noite da última sexta-feira (9/6), Temer esteve em uma festa na casa de Baldy e o episódio foi considerado uma comemoração da decisão. Segundo o parlamentar, no entanto, o objetivo da reunião era o aniversário do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), e ele nem esperava a presença de Temer.

No Congresso, avalia, a situação não deve mudar muito. Para o parlamentar, mesmo uma eventual saída do PSDB da base, por exemplo, não altera o cenário na Casa. As reformas de Temer, por exemplo, continuam no mesmo pé: a trabalhista deve passar no Senado, mas a da Previdência continua sendo um desafio.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.