Para atender pessoas com sintomas pós-Covid, municípios receberão R$ 160 milhões

Recursos deverão ser investido, por exemplo, na contratação de profissionais, reforma de ambientes e ações de conscientização

Os municípios irão receber um repasse do Ministério da Saúde de R$ 160 milhões para apoiar ações voltadas ao atendimento de pessoas que sofrem com sintomas pós-Covid-19. As gestões locais deverão investir o dinheiro, por exemplo, na contratação de profissionais qualificados, reforma de ambiente e implementação de ações de educação em Saúde, que conscientize a população sobre a doença. Além disso, há possibilidade de que seja comprado materiais de consumo, como colchonete e bola suíça.

Conforme a normativa da pasta, os municípios terão autonomia para utilizar esses recursos da maneira que considerarem adequada. A professora do curso de Saúde Coletiva, da Faculdade de Ceilândia da Universidade de Brasília (UnB), Carla Pintas Marques, explica que será necessário decidir que atividades e ações serão desenvolvidas para atender às diferentes necessidades da população local. De acordo com ela, a medida é fundamental, pois muitas pessoas têm sofrido com as sequelas da Covid-19, dependendo do auxílio para reverter o quadro.

“Esse repasse de recurso é importante porque faz com que os municípios se organizem para isso. Essas ações que serão realizadas na Atenção Primária podem contar com diversos profissionais, entre eles, médico, enfermeiro a equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família, compostos por profissionais como, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, assistente social, educador físico, entre outros,” pontua. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.