Para apurar denúncias, fiscalização do Procon Goiás mira postos de combustíveis, nesta quarta-feira

Além dos testes de aferição de quantidade e qualidade de combustível, os fiscais também irão solicitar as notas fiscais de compra e venda emitidas nos últimos cinco meses. Intuito é diagnosticar eventuais práticas abusivas

Foto: Reprodução

A fiscalização do Procon Goiás percorre, nesta quarta-feira, 17, postos de combustíveis em atendimento às diversas denúncias oferecidas pelos consumidores ao órgão.

Além dos testes de aferição de quantidade e qualidade de combustível, os fiscais também irão solicitar as notas fiscais de compra e venda de todos os abastecimentos emitidas pelos postos nos últimos cinco meses.

A fiscalização o objetivo de apurar o repasse dos três aumentos consecutivos aplicados somente neste ano à gasolina pela Petrobras e dois aumentos sobre o óleo diesel aos consumidores finais.

Neste período, a gasolina subiu, segundo o Procon, 20,6% e o diesel, 11%. A documentação será analisada pela Gerência de Pesquisa e Cálculo do órgão, que irá verificar a possibilidade da prática de preços abusivos.

Dos três postos visitados até o momento, um foi autuado no Setor Pedro Ludovico, por irregularidades na forma de divulgação do preço ao consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.