Deputada estadual disse que processo não será diferente com escolha do diretório metropolitano ou pela militância

Adriana Accorsi| Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção
Deputada Adriana Accorsi disse que o mais importante é a união do PT em Goiânia| Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O nome a ser apresentado pelo PT para disputar o cargo de prefeito em Goiânia nas eleições de outubro deve ser escolhido com foco na união da sigla. Ao menos é o que defende a deputada estadual e interessada em se tornar pré-candidata, a delegada Adriana Accorsi.

Em entrevista ao Jornal Opção, a parlamentar disse que se a escolha do pré-candidato a prefeito de Goiânia acontecer por meio de prévias, com votos da militância, a situação não muda. “Não é diferente para mim. Espero ser escolhida de forma democrática”, declarou.

A possibilidade foi levantada pelo presidente metropolitano do PT, o deputado estadual Luis Cesar Bueno, também interessado na vaga de pré-candidato, na manhã desta sexta-feira (5/2). Luis Cesar disse, em programa da Rádio Clube, que até o dia 26 de fevereiro, data da eleição do partido, o partido trabalhará pelo consenso, mas pode deixar a decisão para os 6 mil filiados em prévias.

O PT em Goiânia, que ainda não decidiu oficialmente se lança candidato próprio a prefeito na capital ou realizará aliança eleitoral, pode decidir sobre a pré-candidatura com quórum de dois terços (2/3) do diretório, com votação dos delegados do partido, ou em prévias com a participação de todos os filiados, explicou Luis Cesar na entrevista.

Para Adriana, o momento é de “chamar a militância para discutir sobre o processo eleitoral”. De acordo com a deputada, a realização de prévias é um processo normal. Ela informou que o assunto deve ser discutido em reunião da zonal 135 da capital em 13 de março, marcada para as 8 horas no Conjunto Caiçara.

Rubens Otoni

Adriana se reuniu nesta sexta-feira com o deputado federal do PT Rubens Otoni, no escritório político do parlamentar, que fica no setor Oeste. A parlamentar informou que os dois conversaram sobre a continuidade da parceria legislativa construída desde 2015, quando Adriana assumiu seu mandato.

Nesse trabalho conjunto, Adriana e Rubens discutiram novas ideias que podem ser trabalhadas este ano, como a continuidade da discussão pelo combate ao homicídio de jovens em Goiás, com realização de mais audiências e outras ações.

“O deputado Rubens Otoni é parceiro do meu mandato e sempre foi muito amigo do meu pai (o falecido ex-prefeito de Goiânia — de 1993 a 1996 — Darci Accorsi).”