Paquistanesa Malala e indiano Kailash Satyarthi vencem Nobel da Paz

Ambos lutam contra a opressão e pelo direito de todos à educação. Valor da premiação é de US$ 1,1 milhão

Malala

Malala Yousafzai e Kailash Satyarthi lutam contra a opressão das crianças e das mulheres

A jovem paquistanesa Malala Yousafzai, de 17 anos, e o indiano Kailash Satyarthi, de 50 anos, venceram o Prêmio Nobel da Paz de 2014. A dupla foi anunciada nesta sexta-feira (10/10) pela Academia Sueca por lutar contra a “opressão das crianças e dos jovens e pelo direito de todos à educação”.

A ativista paquistanesa tornou-se reconhecida internacionalmente pela resistência aos esforços do regime talibã em negar educação e outros direitos básicos às mulheres. Malala era a mais jovem entre os favoritos a receber o prêmio.

O indiano Kailash Satyarthi é um dos promotores da Marcha Contra o Trabalho Infantil e já resgatou mais de 60 mil crianças e adultos mantidos sob regime de escravidão em seu país. “As crianças devem ir à escola e não serem exploradas financeiramente”, disse o presidente do Comitê do Prêmio Nobel ao anunciar o nome do indiano.

O Nobel da Paz, no valor de US$ 1,1 milhão, é o único que é entregue fora de Estocolmo por decisão do criador dos prêmios, o magnata sueco Alfred Nobel.

Deixe um comentário