Papa Francisco pede que mundo ouça ‘grito da terra e dos pobres’ na COP26

O pontífice lembrou de problemas ambientas recentes e pediu para que políticos tomem atitudes

Papa Francisco pede que políticos olhem pelos pobres e o meio ambiente | Foto: Blog Ney Vital

Durante o Angelus deste domingo, 31, o Papa Francisco falou sobre a abertura da 26ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26) de Glasgow e cobrou que os políticos ouçam o “grito da terra e dos pobres” durante debate.

“Que este encontro produza respostas eficientes, oferecendo esperança concreta para as gerações futuras”, disse à multidão presente na Praça de São Pedro. O Papa também assinou neste domingo, um texto no jornal italiano Corriere della Sera, no qual ele fala ser “hora de agir, e agir juntos” contra as mudanças climáticas, a pandemia e a pobreza. No periódico, apontou que as crises ecológica e social se tornaram mortais por causa da covid-19.

“Rezemos para que o grito da terra e o grito dos pobres sejam escutados. Que esse encontro possa dar respostas eficazes oferecendo esperança concreta às gerações futuras”, disse aos fiéis durante a cerimônia.  

Lembrando de problemas ambientais recentes, Jorge Mario Bergoglio expressou sua proximidade à região italiana da Sicília que, após fortes tempestades, registrou três mortes por conta do mau tempo. Também citou o Haiti, devastado por grandes terremotos e furacões nas últimas duas décadas e as inundações recentes no Vietnã, que evacuaram “milhares de pessoas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.