Papa Francisco parabeniza casal gay que batizou filhos na Igreja Católica

Texto enviado pelo Vaticano é uma resposta à carta enviada pelo ativista Toni Reis em que relatava a alegria de ter conseguido a benção para o batismo das crianças

Batismo ocorreu no final de maio | ReproduçãoSímbolo do rompimento com o conservadorismo da Igreja Católica, o Papa Francisco supreendeu a militância LGBT nesta segunda-feira (7/8) após desejar felicidades para a família do líder do grupo Dignidade, Toni Reis, e o seu marido, David Harraf, após resolverem adotar três crianças e batizá-las em abril deste ano.

Em carta enviada ao casal, que vive junto há três décadas, Francisco reconheceu como família a união entre o ativista brasileiro e o inglês ao parabenizá-los pelo batizado dos três filhos adotivos, de 11, 14 e 16 anos.

A mensagem em nome do papa é de 10 de julho e foi assinada pelo secretário de Assuntos Gerais do Vaticano, o monsenhor Paolo Borgia. Entretanto, só foi aberta pelo casal na última sexta-feira (4).

“Ao agradecer, da parte do Sucessor de Pedro, o testemunho de adesão e as palavras de homenagem, posso acrescentar: também o Papa Francisco lhe deseja felicidades, invocando para a sua família a abundância das graças divinas, a fim de viverem constante e fielmente a condição de cristãos, como bons filhos de Deus e da Igreja, ao enviar-lhes uma propiciadora Bênção Apostólica, pedindo que não esqueçam de rezar por ele”, diz a carta.

O texto do Vaticano é uma resposta à carta enviada por Toni e David a Francisco, em maio, em que eles relataram a alegria de um casal de pessoas do mesmo sexo em ter conseguido batizar os filhos na Igreja Católica.

Divulgação

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.