Papa Francisco beija pés de presidiário brasileiro

Durante missa celebrada em uma detenção do subúrbio de Roma, Francisco repetiu gesto com outros onze detentos

Foto: Reprodução

A missa da quinta-feira Santa celebrada pelo papa Francisco teve espaço em local inusitado. A homilia do maior líder da igreja católica foi realizada em uma penitenciária do subúrbio de Roma e contou com um público formado por cerca de 600 detentos e 200 agentes carcerários.

O pontífice foi recebido sob chuva de aplausos dos membros da prisão de Velletri. Depois de discursar para os presentes, em um gesto de humildade o papa, de 82 anos, ajoelhou-se, lavou e beijou os pés de doze detentos. O grupo foi composto por um brasileiro, um marfinense, um marroquino e nove italianos.

Em seguida, Francisco lembrou que este é um antigo gesto e pediu aos detentos que repetissem a demonstração de fraternidade. Esta é a quinta vez que o papa argentino celebra a missa da quinta-feira Santa fora do Vaticano.

Em outras ocasiões o líder religioso chegou a visitar uma prisão para mafiosos arrependidos e um centro de detenção para menores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.