Palmeiras retiradas para obras de ciclovia são alvo de vandalismo

Três plantas tiveram cabeças cortadas. Com isso, elas ficam inapropriadas para replantio, que seria feito na Praça Tamandaré. Comurg vai abrir boletim de ocorrência

IMG_2793Três das seis palmeiras retiradas da Avenida Assis Chateaubriand, no Setor Oeste, no final da tarde de quarta-feira (9), tiveram as cabeças cortadas. O caso foi constatado na manhã desta quinta-feira (10) quando, servidores da prefeitura chegaram ao local.

Com a retirada das partes, a planta da espécie Syagrus oleracea morreram. As guarirobas seriam replantadas na Praça Tamandaré em função das obras da ciclovia do corredor preferencial da Avenida T-7, que passa pelo canteiro central.

Segundo a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), a suspeita é a de que as plantas foram alvo de vandalismo. A empresa municipal vai abrir boletim de ocorrência na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) ainda nesta quinta-feira.

Ainda não há pistas sobre os autores do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.