Palocci e Mantega estariam envolvidos em fraudes da JBS no BNDES

MPF acionou as empresas do grupo e pediu a devolução de R$ 21 bilhões aos cofres

As empresas JBS S/A e J&F Investimentos se tornaram alvos, nesta terça-feira, de ação civil pública protocolada pelo Ministério Público Federal (MPF) por fraudes no sistema BNDES/BNDESPar.

As fraudes teriam sido feitas para favorecer o grupo e facilitar o processo de internacionalização da empresa. O órgão também pede a devolução de mais de R$ 21 bilhões constituídos de 144.206.155 ações JBSS3 à BNDESPar, outros ressarcimentos de danos, acrescidos de multa e danos morais coletivos.

As irregularidades teriam ocorrido entre 2007 e 2011. Entre os envolvidos estão o ex-ministro Guido Mantega, seu filho Leonardo Mantega, o ex-deputado federal Antônio Palocci, o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho e os irmãos Joesley, Wesley e Júnior Batista.

Além deles, também estariam envolvidos técnicos do BNDES e “operadores ligados à JBS”. Na ação, o MPF pediu a condenação deles por atos de improbidade administrativa que importaram em enriquecimento ilícito, violação dos princípios da administração pública e prejuízo ao erário.

Já Gonçalves Cunha sá e Leonardo Mantega são acusados de praticar atos improbidade que importaram enriquecimento ilícito e violação dos princípios da administração pública. Em nota a JBS se manifestou:

A JBS esclarece não ter sido notificada oficialmente dessa ação. A empresa reitera que todos os atos societários advindos dos investimentos do BNDESPAR foram praticados de acordo com a legislação do mercado de capitais brasileiro, são públicos e estão disponíveis no site da  Comissão de Valores Mobiliários (www.cvm.gov.br) e no site de relações com investidores da JBS (www.jbs.com.br/ri). Vale ressaltar que todos os investimentos do BNDESPAR na JBS ocorreram a valores de mercado e em consonância com a legislação vigente.  A JBS tem absoluta convicção em afirmar que todos os negócios feitos com o BNDESPAR foram realizados com total transparência, seriedade e lisura. Cumpre informar que os investimentos do BNDES na Companhia foram de R$ 5,6 bilhões e tiveram um retorno expressivo para o banco, sendo que R$ 5,1 bilhões foram recebidos por meio da venda de ações e recebimento de dividendos e sua participação atualmente equivale a R$ 15,4 bilhões, totalizando um retorno de R$ 20,5 bilhões em valores atualizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.