Palco do 2º Mutirão da Prefeitura, moradores reclamam de abandono do Parque Atheneu

Principal alvo de críticas, Parque Carmo Bernardes sofre com mato alto, lixo e mau cheiro

Este slideshow necessita de JavaScript.

Palco da segunda edição do Mutirão da Prefeitura de Goiânia, em junho de 2017, o Parque Atheneu é motivo de grande insatisfação dos moradores. Isso porque, segundo eles, o bairro foi abandonado pela gestão Iris Rezende (MDB).

O Jornal Opção esteve no local na última semana e ouviu as reclamações de quem mora no bairro. Tiago Lúcio é dono de um comércio que fica em frente à praça da feira e lamenta o abandono do bairro.

“Aqui está tudo cheio de mato, de lixo, o asfalto está uma vergonha. Pagamos tanto imposto pro bairro estar do jeito que está, é revoltante”, desabafa.

Uma das principais reclamações dos moradores é com relação ao estado de conservação do Parque Carmo Bernardes. Na época da realização do Mutirão da Prefeitura, o prefeito “determinou” a revitalização do parque, mas é o mato alto que toma conta lugar.

“Esse parque é um lixo que tem aqui no setor. Duvido se o prefeito consegue ficar lá 15 minutos sentindo o mau cheiro”, desafia Tiago.

Apesar da altura do mato, para o morador Lázaro Clementino, a situação atual está razoável. “Não é sempre que está assim não. O mato fica muito maior do que isso, o parque fica tomado pela sujeira, aparecem muitas cobras aqui por perto”.

José Campos, que trabalha vendendo água de coco na entrada do parque diz que o local também não tem segurança. “Não tem nenhum guarda que fica aqui, a noite fica muito perigoso, quando preciso passar aqui perto já passo com medo. Esses dias mesmo acharam um rapaz morto aí dentro do lado”.

Em frente ao Parque Carmo Bernardes, a prefeitura de Goiânia ainda construiu um parquinho com equipamentos para atividade física, mas de acordo com os moradores, a falta de segurança impede a utilização do local.

“Até fizeram um parquinho arrumadinho lá, mas não colocam guarda pra vigiar o local, os bandidos já destruíram tudo e o lugar virou ponto de encontro de traficantes”, denuncia Tiago.

O Jornal Opção entrou em contato com a Prefeitura de Goiânia para obter esclarecimentos sobre a manutenção do Parque Carmo Bernardes e outras reclamações feitas pelos moradores do Parque Atheneu. Mas, até a publicação desta matéria, não obtivemos respostas.

 

Deixe um comentário