Padre nomeado por Iris minimiza crise na prefeitura e enaltece novo chefe

Responsável pelos “assuntos internacionais” da capital, César Garcia diz que é preciso tomar posse antes de apresentar projetos

Foto: Larissa Quixabeira

Nomeado pelo prefeito Iris Rezende (MDB), que inclusive recriou a assessoria de Assuntos Internacionais, o padre César Garcia defendeu, durante coletiva de imprensa, a capacidade da equipe econômica da prefeitura para “utilizar recursos públicos”.

Na manhã desta sexta-feira (12/1), o representante da Igreja Católica enalteceu as “qualidades” do novo chefe, a quem chamou de “homem probo” e que “pode caminhar pelas ruas sozinho, pois não sofreu nenhum desgaste”.

Além disso, minimizou a crise econômica — alardeada pela atual gestão desde que assumiu –, buscando na origem da palavra a explicação para o momento. “Na verdade, todas as crises são importantes, inclusive na concepção grega significa ‘passagem estreita’, ou seja, a partir das crises é que nascem as grandes propostas, todos os lugares estão em crise”, defendeu.

Responsável por “assuntos internacionais”, o padre não apresentou muitas propostas para a área, alegando que precisa, primeiro, assumir o cargo.

“É uma cidade acolhedora, que pessoas podem fazer investimentos. Preciso evidentemente conversar com o prefeito para fazer uma agenda que de fato corresponda, por ser uma área internacional e por ser uma área em que todos nós  sabemos as relações internacionais devemos buscar todos os elementos”, disse.

Ainda de acordo com ele, o objetivo da nova pasta é “verificar o que Goiânia pode oferecer para o mundo e o que o mundo tem a oferecer para Goiânia.”

Posse

O prefeito Iris Rezende (PDB) empossa, nesta sexta-feira (12/1), três novos auxiliares da administração municipal. Francisco Ivo assume a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) no lugar de Fernando Cozzetti, e Ricardo Deval que irá para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec). O Padre César Garcia foi nomeado à Assessoria de Assuntos Internacionais.

2 respostas para “Padre nomeado por Iris minimiza crise na prefeitura e enaltece novo chefe”

  1. Pedro Cardoso disse:

    Maior 171!
    Ficou anos no poder público do estado e fez porcaria nenhuma. Anos atrás, emitiu um comunicado que estava abrindo mão do cargo porque estava sem tempo para cumprir os deveres. Coincidentemente, aconteceu uma semana após de um outro padre na mesma cidade ter sido alvo de denúncias por ocupar cargo público sem trabalhar. Ficou com medo de ser o próximo a ser denunciado.
    Não julgo como padre, julgo como pessoa mesmo. Com os mesmos direitos, deveres de qualquer civil e conduta exigida de pessoas do poder público.
    Esse peito de pavão adora fazer negócios por debaixo de panos para financiar seus apartamentos de luxo no jardim Goiás, carro esportivo de luxo, viagens frequentes de primeira classe para Paris que, segundo ele mesmo fala sem qualquer vergonha, são feitas mensalmente, mas é só papo: vai vez outra, mas gasta uma boa grana.
    Toda essa boa vida com o dinheiro público e, claro, com a grana doada pelos fiéis que são feitos a acreditar que este senhor, que quer parecer ter 30 anos, realmente acredita nas palavras quando fala em Deus durante suas celebrações que são mais um monólogo para mostrar como é sábio e sabe falar um terrible English (péssimo inglês) e um français minable (francês puído, medíocre). Por falar nisso, um assessor de assuntos internacionais não deveria DOMINAR línguas estrangeiras? Ah, verdade! Pode contratar assessores para essa nessecidade. Tem até a namorada dele, vulgo sócia, a quem ele mandou para Paris viver uns anos a mando do arcebispo para abafar o caso na época, que poderá – e irá – ocupar o cargo. Que negoção, hein?
    E assim caminha o país: denúncias sendo feitas, políticos sendo presos e alguns burros ainda achando que o povo ainda é otário e há abertura para brincadeira com a coisa pública no país.

  2. luís disse:

    seu ‘pedro cardoso’, não tenho a certeza se este é o seu perfil, pois pessoas dissimuladas têm medo de se revelarem; e, ainda, se você se acha no direito de corrigir os outros, e o pior, fazendo ilações mentirosas da sua vida privada, é porque você se considera o homem mais puro do planeta, tamanha arrogância para um nível baixo como você.

    o padre césar, para o seu conhecimento e para estancar esse poço de mentiras em que você está inserido, pediu demissão de suas funções àquela época porque ele sempre foi honesto e nunca quis receber do erário o que não lho pertencia, e o fez 2 meses antes da data em você sugeriu maldosamente – comparando-o a outro – em seu desonesto comentário. aliás, o padre césar exerceu funções públicas tão relevantes, por exemplo, como secretário de cultura, cuja lei atual de incentivo à cultura que até hoje é aplicada no município de goiânia foi por ele redigida e aprovada, somente para citar um excelente testemunho de seu trabalho, quando você maldosamente diz ‘que ele não fez nada na vida pública’. portanto, não queira continuar destilando o seu veneno, pois o fim de pessoas com essas características é ‘engolir’ o seu próprio ‘ipse venena bibas’.

    abaixe o seu comentário e limpe e sua boca quanto você quiser falar da cultura, da situação moral e econômica do padre, a sociedade repudia as maquinações que você sugere.

    por fim, pessoas iguais a você não são felizes, depreciam o planeta e abaixam o nível dos homens de bem. pessoas iguais a você não têm tempo de serem alegres porque gastam todo tempo deste mundo a aplicar maldade e ódio sobre as pessoas de quem têm inveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.