Padre Fábio de Melo aparece em filme LGBT e fala sobre amizade com travesti 

Documentário “Luana Muniz – A Filha da Lua” refaz a trajetória da famosa travesti, morta em maio, aos 63 anos

Reprodução

O premiado documentário “Luana Muniz – A Filha da Lua”, que refaz a trajetória da famosa travesti, morta em maio, aos 63 anos, traz o depoimento de ninguém menos do que padre Fábio de Melo. Na participação, o religioso lembra que ficou amigo de Luana durante evento na quadra da Mangueira, em 2015.

O encontro rendeu manchetes em jornais no Brasil inteiro, à época, mas também foi responsável por criar uma amizade verdadeira entre os dois. Em depoimento, o padre fala que realmente considerava Luana uma amiga e confidencia que até hoje não consegue apagar as mensagens de voz enviadas por ela.

Em entrevista publicada no jornal “Extra”, Rian Córdova, um dos diretores do filme premiado como o Melhor Longa do Festival de Gênero e Sexualidade comentou sobre a participação especialíssima de Fábio de Melo.

“Ficamos felizes de ele ter aceitado o convite de falar pessoalmente sobre ela. Embora tenham pontos de vista diferentes, eles têm em comum o amor ao próximo. A vida do padre Fabio repercute, às vezes, de maneira cruel pelas pessoas que são conservadoras, que não compreendem o jeito de ele ser padre como amigo da humanidade, independente de qual seja a opção de vida ou sexual”, conta.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.