Pacientes vindos de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas na tarde desta sexta-feira, 15

Expectativa é de que o voo com 20 pacientes saia da capital do Amazonas ainda nesta manhã

Hospital das Clínicas Covid | Foto: Lívia Barbosa/ Jornal Opção

Por Isabel Oliveira

O Hospital das Clínicas de Goiânia (HC) deve receber ainda nesta sexta-feira (15), os primeiros 20 pacientes vindos de Manaus. Ação acontece após colapso no sistema de saúde do Norte do país. Goiás faz parte do plano de transferência em conjunto com o Piauí, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e Brasília. Pelo menos 750 pessoas serão acolhidas por estes estados.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) garantiu que o hospital possui estrutura para abrir mais leitos e capacidade para atender os transferidos sem comprometer o atendimento aos goianos.

O Ministério da Saúde havia solicitado que o Estado recebesse 120 pacientes encaminhados pela Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas. O superintendente do Hospital das Clínicas, José Garcia explicou que a princípio 20 chegarão a Goiânia, mas há condição de receber outros 100. “No caso dos outros 100, o Estado poderá nos ajudar em recursos humanos e há capacidade de dobrar a receptação de pacientes, e não haveria nem falta de insumos, nem falta de estrutura”, afirma.

A expectativa de que o voo com os pacientes deve sair ainda nesta manhã da capital do Amazonas, fazendo uma parada em Brasília e possivelmente chegando a Goiânia pela tarde.

Procedimentos

Garcia afirmou ainda que “a partir do momento que os pacientes entrarem no HC serão regulamentados pela nossa Secretaria por um oficio que o Ministério da Saúde já liberou em uma combinação para que venham pacientes moderados, que necessitam apenas de oxigênio, já que em Manaus existem as vagas, mas falta o oxigênio”, explica.

Por meio de nota, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) de Goiânia também afirmou que está de prontidão para fazer o transporte dos pacientes de Manaus entre o Aeroporto Santa Genoveva e o Hospital das Clínicas.

Num primeiro momento, nove viaturas foram reservadas para a operação, sendo oito Unidades de Suporte Básico (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA). Caso haja necessidade, mais veículos poderão ser disponibilizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.