Ahpaceg destaca a necessidade de acompanhamento para o não agravamento de doenças. Até pacientes enfartados estariam adiando a ida às unidades hospitalares 

Foto: Reprodução

A Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg) divulgou nesta quarta-feira, 8, alerta em que aponta a necessidade de manutenção de tratamentos de outras doenças durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a entidade, por conta do receio ao vírus, pacientes que necessitam de atendimentos rápidos estão se afastando dos cuidados médicos, o que pode causar agravamentos de quadros clínicos. Até mesmo pacientes com sintomas de AVC, infartos e apendicite estariam demorando para se dirigir à urgência.

“Pacientes crônicos, como pessoas com câncer, que precisam de acompanhamento periódico, também têm se afastado dos hospitais neste período. O resultado é que quando buscam atendimento, quase sempre, o quadro de saúde já está comprometido, dificultando o tratamento e a cura”, destaca a divulgação da Ahpaceg. 

“A Ahpaceg orienta que sempre que necessário, ao apresentar algum sintoma, o paciente deve procurar seu médico de confiança ou ir a um hospital para o atendimento. As medidas para a prevenção de contaminação de Covid-19 estão sendo seguidas pelas unidades de saúde e é importante que as pessoas não fiquem sem assistência ou acompanhamento médico por medo da pandemia”, considera a entidade.