Grupo de cerca de 10 vereadores quer promover alteração no regimento interno para realizar trabalho mais organizado na frente oposicionista

Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Após o apontamento do prefeito Iris Rezende (MDB) de um líder da base aliada na Câmara Municipal, a oposição também se movimenta para ter uma atuação mais organizada este ano.

Cerca de 12 vereadores participaram de uma reunião na última quarta-feira (8/2) para apontarem um líder de oposição, figura comum em muitos parlamentos, inclusive na Assembleia Legislativa de Goiás e na Câmara dos Deputados, mas que até então não existe na Câmara de Goiânia.

Segundo o vereador Jorge Kajuru (PRP), o que ficou acordado é que, a partir da inclusão do novo posto no regimento interno, haverá um revezamento entre os vereadores da oposição para ocupar esse cargo de líder.

“Hoje temos 10 nomes que sei que terão palavra e permaneceram na oposição. Mas não importa se teremos 10 ou 5, não estamos preocupados com quantidade, pois temos os vereadores mais qualificados e mais bem votados”, disse Kajuru.

Na última terça-feira (6/2), Tiãozinho Porto (PROS) foi apontado como líder do prefeito na Casa. Compõem o grupo de oposição os vereadores Jorge Kajuru (PRP), Elias Vaz (PSB), Dra. Cristina Lopes (PSDB), Lucas Kitão (PSL), Priscilla Tejota (PSD), Sabrina Garcêz (PMB), Tatiana Lemos (PCdoB), Cabo Senna (PRP), Milton Mercêz (PRP) e Sgt. Novandir (Podemos).