Operadoras de celular perderam mais de 7 milhões de linhas no último mês

Número corresponde à 2,88% do total; Brasil possui mais de 200 milhões de linhas móveis ativas

Número de linhas pós-pagas aumentaram | Foto: Reprodução

O Brasil registrou uma perda de 2,88% no número de linhas móveis em março, de acordo com balanço apresentado hoje (20) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Foram registradas 7.004.099 linhas a menos, com o mês terminando com 235.786.195 linhas móveis em operação.

De acordo com a Anatel, deste total 62% são linhas móveis pré-pagas e 38% pós-pagas. Os dados reafirmam a tendência de diminuição no número de linhas pré-pagas que, em 12 meses, apresentaram uma diminuição de 10,58%. Já as pós-pagas apresentaram aumento de 12,63%.

 

Empresas

Entre as principais operadoras de telefonia móvel, a Vivo apareceu na frente com 31,85% da participação no mercado e somando 75.098.239 linhas. Em seguida vem a Claro, com uma fatia de 24,94% e 58.808.972 de linhas; pouco atrás e em terceiro lugar vem a Tim, com 24,94% do mercado e 57.894.072 de linhas. A Oi aparece em quarto com 38.782.463 de linhas e 16,45% de participação.

Entre as grandes operadoras, a Vivo registrou aumento e 1,49% as outras apresentaram redução no número de linhas. A Oi foi quem mais perdeu, com queda de 7,83% no número de linhas. A Tim vem em seguida, com redução de 6,42% e a Claro que fechou o período com menos 2,37% no número de linhas).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.