Operação Trinitatis: associação criminosa responsável por homicídios, roubos e tráfico de drogas é desarticulada em Goiânia

Durante ação, armamento pesado também foi apreendido

Fuzil Calibre 7,62 de uso restrito das forças policiais, e centenas de munições apreendido no local | Foto: Divulgação

A Polícia Militar de Goiás (PMGO), por meio do Comando de Operações de Divisas (COD/CPR), deflagrou nesta quinta-feira (23/04) a Operação Trinitatis, que desarticulou uma associação criminosa responsável por homicídios, roubos, tráfico de drogas e posse ilegal de armas na Região Metropolitana de Goiânia.

A operação começou na GO-060, rodovia que liga Goiânia a Trindade, com a abordagem de um integrante da organização criminosa, e estendeu-se por algumas regiões de Goiânia. No Jardim Real, região Noroeste da capital, foi localizado um laboratório utilizado pela organização criminosa para o refino de cocaína, sendo apreendidas drogas, balança de precisão, insumos para a refino do entorpecente, recipientes para armazenamento e um caderno de anotações, com o controle de vendas de drogas e locação de armas.

Já no Jardim Petrópolis, região sudoeste de Goiânia, a equipe foi recebida por disparos de arma de fogo por um criminoso de alta periculosidade. O suspeito, conhecido como “Boy”, já havia sido preso em 2018 na cidade de Trindade, por posse ilegal de arma, mas respondia em liberdade. No local, entre outros armamentos, foi apreendido um Fuzil Calibre 7,62 de uso restrito das forças policiais, e centenas de munições.

Ao todo, além das drogas e objetos de refino da cocaína, cinco armas foram apreendidas: uma espingarda boito, gauge 12; uma carabina calibre 44 Winchester; um rifle CBC cal. 22 modelo 7022; uma pistola calibre 380; um fuzil 7,62 M964, com tripé e mira holográfica; 370 munições de calibre 38; 22 munições de calibre 44; quatro munições de calibre 5,56; uma munição calibre 20; uma munição calibre 36; quatro carregadores para fuzil 5,56; 30 carregadores de pistola de calibres diversos; três miras holográficas; um suporte para pistola Glock; acessórios diversos para empunhadura da pistola Glock; e uma luneta.

Alta produtividade

O Governo de Goiás tem apoiado e dado liberdade para que a polícia possa trabalhar, tendo como único limite a lei. O resultado disso é a alta produtividade que vem sendo apresentada pelas forças de segurança. Para tanto, basta observar a quantidade de droga apreendida em 2020. A divulgação dos indicadores criminais referentes ao primeiro trimestre desse ano mostra que de janeiro a março já havia sido contabilizado cerca de 10 toneladas de drogas apreendidas em todo o Estado.

Para o governador Ronaldo Caiado, as polícias goianas possuem diferencial entre as polícias de outros Estados. O excelente trabalho desempenhado durante todo o ano de 2019 está sendo repetido em 2020. “Com muita eficiência, os policiais goianos registraram apreensões recordes de drogas em 2019 e desarticularam dezenas de quadrilhas especializadas em tráfico. Isso refletiu fortemente na redução dos indicadores das demais modalidades criminais. Não me canso de dizer que temos as melhores polícias do Brasil”, destaca o governador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.