“Operação Semana Santa” apreende uma tonelada de pescado impróprio para consumo

A fiscalização já percorreu 40 estabelecimentos em Goiânia e continuará com ação focada nas peixarias e supermercados até o final de março

Foto: Reprodução / Procon

O Procon Goiânia anunciou nesta segunda-feira (26/2) balanço parcial da “Operação Semana Santa”, que foca na fiscalização em peixarias e supermercados da capital, visando o aumento no consumo de pescado com a proximidade do feriado religioso.

Segundo o órgão, a ação já apreendeu mais de uma tonelada de pescados em estado impróprio para o consumo. Durante as abordagens foram encontradas irregularidades como produtos vencidos e embalagens sem as informações de data de fabricação, vencimento e procedência.

A fiscalização já percorreu 40 estabelecimentos e notificou outros 10, que têm o prazo de 10 dias para apresentarem defesa junto ao órgão. Segundo o artigo 56 do Código de Defesa do Consumidor, as empresas poderão ser multadas com valores que variam entre R$ 640 e R$ 9 milhões.

Os produtos impróprios para o consumo foram retirados das prateleiras e serão descartadas no aterro sanitário. A ação percorrerá peixarias e supermercados da capital até o dia 26 de março.

De acordo com o superintende do Procon Municipal, José Alicio de Mesquita, ações do tipo são permanentes e intensificadas em datas comemorativas, como por exemplo na Páscoa, Dia das Mães e Natal. ‘ O nosso trabalho serve como atestado de qualidade dos produtos, para garantir que tudo esteja dentro do padrão necessário para o consumidor’, afirma.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.