Operação na região da Chapada dos Veadeiros localiza loteamentos irregulares sendo comercializados

Ação liderada pela Semad e Polícia Civil no município de Alto Paraíso detectou crimes ambientais relacionados aos terrenos em áreas rurais

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), em trabalho conjunto com agentes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), realiza, desde a última terça-feira, 24, trabalho de fiscalização contra a especulação imobiliária no município de Alto Paraíso de Goiás, na região da Chapada dos Veadeiros.

Conforme balanço, durante o trabalho, previsto para seguir até o dia 4 de setembro, foi observado crimes como de abertura de parcelamentos irregulares do solo para fim urbano dentro de áreas destinadas apenas para uso rural.

Ainda durante a etapa de levantamentos, a área de monitoramento da Semad identificou 30 alvos de parcelamentos sem licença em áreas voltadas apenas para imóveis rurais. Nesta quarta-feira, 26, as equipes identificaram compradores desses imóveis urbanos, antigos donos e imobiliárias que atuam em processos de compra-e-venda das áreas.

Diante das irregularidades, verificadas previamente por meio de imagens de satélite, e agora in loco, já foram lavrados alguns autos de infração, aplicadas multas e embargos. Os infratores estão sendo notificações também a apor placas nos locais de acesso aos imóveis informando que se trata de área embargada para esse tipo de atividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.