Operação mira casa de parentes de Queiroz em Minas Gerais

Polícia procura a mulher do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, que foi preso na última quinta-feira

Uma operação envolvendo a Polícia Militar (PM) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), em parceria com o Ministério Público do Rio de Janeiro, realiza buscas na manhã desta terça-feira, 23, na casa de parentes de Fabrício Queiroz, em Belo Horizonte (MG).

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi preso na última quinta-feira, 18, em um imóvel do advogado da família Bolsonaro, Frederico Wassef.

Queiroz e Flávio Bolsonaro são investigados um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que teria ocorrido quando Flávio atuou como deputado estadual, entre 2003 e 2018.

Em 2018, Queiroz foi citado em um relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) por movimentar R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira “atípica”. Em abril de 2019, a Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário de Queiroz, do senador Bolsonaro e de outras 84 pessoas e nove empresas entre 2007 e 2018.

Segundo informações preliminares, o alvo da ação é a mulher do ex-assessor, Márcia Oliveira de Aguiar, considerada foragida da Justiça. A suspeita é que ela tenha usado o imóvel da madrinha de Fabrício Queiroz para se esconder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.