Empresário Eduardo Henrique de Deus, também envolvido no esquema de fraudes na Saneago, segue foragido

O engenheiro da Saneago, José Vicente Júnior, que teve mandado de prisão determinado por suspeita de envolvimento organização criminosa que fraudava licitações na Companhia, se apresentou à sede da Polícia Federal, em Goiânia_Jornal Opção
Foto: Reprodução

O engenheiro da Saneago, José Vicente Júnior, que teve mandado de prisão determinado por suspeita de envolvimento organização criminosa que fraudava licitações na Companhia, se apresentou à sede da Polícia Federal, em Goiânia, na manhã desta sexta-feira, 5.

A defesa já negociava a apresentação do cliente, inicialmente prevista para acontecer ainda na quinta-feira, 4, quando a operação Decantação 3 foi deflagrada.

O empresário Eduardo Henrique de Deus, que também teve mandado de prisão expedido na Operação Decantação 3, continua foragido . Já o pregoeiro Elvis Presley Mendanha foi detido na quinta-feira, 4.

Entenda

De acordo com a Polícia Federal, José Vicente era membro da Comissão de Licitações da Saneago e sócio oculto em empresas favorecidas. Ao todo, 11 empresas foram beneficiadas no esquema, todas de fachada.

De acordo com o delegado Charles Lemes, para uma obra no valor de R$ 1,5 milhão, cerca de R$ 20 mil eram destinados à propina.

Eduardo, conhecido também como Loverboy, já havia sido preso na primeira fase da operação em 2016. Ele foi apontado como sócio da empresa Red Comércio e Serviços de Eletrificação.