Operação conjunta desbanca família suspeita de organização criminosa e lavagem de dinheiro

Durante a ação, foi apreendida uma grande quantidade de dinheiro, além de carros, caminhonetes e armas de fogo, inclusive de uso restrito. Os agentes também encontraram produtos com suspeita de subtração de cargas. Dentre eles: arroz e feijão. Produtos eram revendidos em supermercados da família

Foto: Reproduçao/PRF

Uma força tarefa encabeçada pela Polícia Civil de Goiás (PCGO), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria de Economia desbancou, na manhã desta quinta-feira, 8, um grupo liderado por integrantes da mesma família suspeito do cometimento dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Faziam parte do grupo o pai, dois filhos e um primo. O pai, segundo as autoridades, seria proprietário de três supermercados investigados e terminou preso pela prática de sonegação fiscal.

A operação foi batizada como “A Grande Família do Crime” e deu cumprimento a 12 mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais, galpões e residências localizados em Goiânia, região metropolitana e cidades do interior do Estado.

Durante a ação, foi apreendida uma grande quantidade de dinheiro, além de carros, caminhonetes e armas de fogo, inclusive de uso restrito. Os agentes também encontraram produtos com suspeita de subtração de cargas. Dentre eles: arroz e feijão.

O prejuízo causado pela organização criminosa gira em torno de R$ 25 milhões. Foi constatado também o valor de R$ 20 milhões referentes a sonegação fiscal. Os supermercados suspeitos de vender os produtos oriundos de subtrações de cargas tiveram suas atividades suspensas pela ação policial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.