Operação Carnaval: infrações em rodovias de Goiás dobram em 2017

Irresponsabilidade e imprudência ao volante marcaram feriado dos motoristas goianos. Confira os números

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Goiás divulgou nesta quinta-feira (2/3) o balanço da Operação Carnaval, realizada pela corporação de sexta-feira (24) até a meia-noite da quarta-feira de cinzas (1º) nas rodovias federais que passam pelo Estado.

Os números mostram que a imprudência e irresponsabilidade marcaram o feriado dos motoristas goianos. Conforme o levantamento apresentado, a quantidade de infrações flagradas nas rodovias federais goianas neste carnaval mais que dobrou em relação ao feriado de 2016.

Nos quatro dias de festa, os radares da PRF registraram mais de 6,5 mil veículos excedendo a velocidade, fora outros 5.706 casos de desrespeito às leis de trânsito flagrados por agentes. A corporação autuou, ainda, 512 motoristas que ultrapassaram em locais proibidos, além de ter flagrado 116 motoristas alcoolizados, 32 a mais que no ano passado.

Os agentes também anotaram 309 casos de pessoas que não utilizavam o cinto de segurança obrigatório e 44 registros de condutores flagrados transportando bebês e crianças sem o equipamento adequado.

De sexta a quarta-feira, os policiais rodoviários federais fiscalizaram mais de 12 mil veículos e, além das infrações de trânsito, flagraram diversos tipos de crimes. Ao todo, foram 50 pessoas detidas por mandados de prisão em aberto, porte ilegal de arma, roubo de veículos, uso de documento falso, alcoolemia, entre outros delitos.

Acidentes

Durante os dias da Operação Carnaval, houve redução na quantidade de acidentes graves — aqueles que resultam em morte ou ferido grave. Foram registrados 9 esse ano, contra 17 em 2016. O número de pessoas feridas também diminuiu de 82, no ano passado, para 78 esse ano. Seis pessoas morreram nas rodovias federais em Goiás esse ano, contra 7 do ano anterior.

A tentativa de ultrapassagem sem a devida segurança ocasionou uma colisão frontal no segundo dia do feriado, levando os cinco ocupantes de um dos veículos à morte na BR-452, entre Itumbiara e Rio Verde.

Em outro acidente fatal, a pista molhada aliada à má conservação dos pneus pode ter provocado a aquaplanagem de um automóvel que acabou batendo de frente com um caminhão parado no acostamento da BR 414, em Cocalzinho de Goiás. Uma pessoa morreu e três ficaram feridas. (Com informações da PRF)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.