Operação apura golpe de R$ 65 mil contra agência lotérica

Estelionatários convenciam funcionários e donos de lotéricas sobre suposta necessidade de atualização do sistema. Transações eram realizadas para contas de laranjas

DERCC deflagrou operação Sorte no Azar. | Foto: divulgação.

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (27), a operação Sorte no Azar. As investigações são em torno de um golpe que gerou prejuízo de R$65 mil para uma casa lotérica em Goiânia. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na capital, em Aparecida, Trindade, Goianira e Palmas-TO.

A operação, coordenada pelo delegado Daniel Oliveira, teve apoio das Polícias Civis dos estados de Goiás e Tocantins. Ao todo, foram 12 mandados de busca e apreensão cumpridos.

As apurações apontam que os estelionatários persuadiam empregados e donos dessas casas lotéricas sobre uma suposta necessidade de atualização do sistema de informações. Após convencidos, realizavam várias transações bancárias e pagamentos de boletos sob o pretexto de se cuidar de simulações ou de que os valores seriam estornados.

Os criminosos se passavam por funcionários da Caixa Econômica Federal. Contas de laranjas foram usadas. O dinheiro era sacado e repassado aos agenciadores de contas.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Se forem condenados, podem ter pena de até 18 anos de prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.