Ópera e MPB encerram a temporada 2016 da Filarmônica de Goiás

Centro Cultural Oscar Niemeyer recebe Moraes Moreira, um dos maiores nomes da música brasileira, à partir das 11 horas deste domingo (18/12)

moraes

Moraes Moreira se apresenta neste domingo (18/12) no CCON | Foto: Divulgação

Moraes Moreira encerra a Temporada 2016 da Orquestra Filarmônica de Goiás. O espetáculo acontece no próximo somingo (18/12), às 11 horas, no Centro Cultural Oscar Niemeyer. Juntamente com a Orquestra, Moraes interpretará grandes sucessos dos Novos Baianos, grupo que o consagrou como grande nome da música brasileira. Estão no repertório do concerto sucessos do grupo como Brasil Pandeiro e Preta Pretinha, além de composições da carreira solo do artista como Lá vem o Brasil Descendo a Ladeira, Festa no Interior, Pombo Correio, entre outras.

As composições de Moraes recriam um Brasil plural, centradas sobretudo na diversidade do povo brasileiro. Elas falam sobre o frevo, o encontro entre diferentes classes sociais e sobre tantos outros temas relacionados às manifestações populares. As obras do artista compõem um rico documento que retrata a história dos modos de vida da população brasileira.

O concerto de encerramento da temporada traz ainda a participação da soprano Angela Barra e do Barítono Angelo Dias, que interpretarão a ópera “ O Telefone” do compositor ítalo-americano Gian Carlo Menotti. “O Telefone” é uma ópera cômica que possui apenas um ato e conta a história de amor de dois personagens, Lucy e Ben.

A regência do espetáculo é do maestro Marshal Gaioso. O evento tem entrada gratuita e está sujeito à capacidade máxima do Teatro, que é de 1.500 pessoas. (Goiás Agora)

Serviço

Convidados: Moraes Moreira, Angela Barra, Angelo Dias.
Regência: Marshal Gaioso
Data: 18/12 – Domingo
Local: Centro Cultural Oscar Niemeyer
Horário: 11h
Entrada gratuita – Não é necessário retirar ingressos
O evento está sujeito a capacidade máxima do local: 1.500 pessoas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.