Os dados são do Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e são atualizados diariamente

Segundo a contabilização do Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur/UNCR), 4,5 milhões de ucranianos fugiram da Zona de Guerra desde 24 de fevereiro, quando iniciou a guerra contra a Rússia. O Acnur contabilizou até este domingo, 10, 4.503.954 refugiados que imigraram para outros países da Europa e de todo o mundo. As estatísticas de imigração são compiladas a partir de várias fontes, principalmente dados fornecidos pelas autoridades dos pontos oficiais de passagem de fronteira, segundo o Acnur. Os dados, no entanto, representam uma estimativa, uma triangulação de informações e fontes que são realizados de forma continuamente.  

Segundo o Acnur, os dados representam as chegadas aos países Schengen (Hungria, Polónia, Eslováquia) que fazem fronteira com a Ucrânia, portanto, representam apenas passagens de fronteira para aquele país, mas O Acnur estima que um grande número de pessoas se mudou para outros países. Além disso, os dados não contabilizam os indivíduos de países limítrofes que saem da Ucrânia para voltar para casa. 

[relacionados artigos=”389008”] 

Mortos e feridos 

Até o último dia 27 de março, quando foi contabilizado um mês da Guerra, 1.104 civis mortos na Rússia e na Ucrânia no primeiro mês da guerra, entre os dias de 24 de fevereiro e 25 de março. Foram 96 crianças mortas e 105 feridas. Ao todo, 1.754 civis ficaram feridos durante os 32 dias de guerra. Segundo o gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia, o número de vítimas entre crianças é maior do que o divulgado pela ONU, são 136 mortos e outros 199 feridos até o último sábado, 26.