Ônibus do Eixo Anhanguera é incendiado por manifestantes

Ato foi em protesto à qualidade dos serviço de transporte público na capital e região metropolitana e também contra o reajuste do preço da passagem

Marcelo Gouveia e Ketllyn Fernandes

Um ônibus da empresa Metrobus, que faz a rota do Eixo Anhanguera, foi queimado por manifestantes na noite desta quinta-feira (8/5) no Terminal Praça da Bíblica, entre os setores Leste Universitário e Vila Nova. Também houve depredação de 15 veículos da linha durante o protesto, que reivindica melhor qualidade do serviço prestado diante do aumento tarifário que entrou em vigor no último sábado.

Devido ao incidente, os demais ônibus tiveram de desviar a rota e os desembarques e embarques foram feitos ao longo da Avenida Universitária, sendo que os veículos da linha do Eixo Anhanguera tiveram a circulação interrompida por completo.

Há informações de que os responsáveis por atear fogo no veículo estavam mascarados e trajavam preto, característica dos chamados Black Blocs. Houve confronto entre manifestantes e policiais militares, que usaram bombas de efeito moral. Manifestantes reagiram jogando pedras. Como os anteriores, esse manifesto foi marcado pelo Facebook.

Por meio do Twitter, a Rede Metropolitana do Transporte Coletivo (RMTC) comunicou que a manifestação popular prejudicou todo o atendimento nas regiões dos terminais Praça da Bíblia e Novo Mundo. ”Ressaltamos que a ação afeta centenas de milhares de clientes e altera o atendimento do transporte coletivo, que sofre grandes atrasos”, listou a RMTC.

Este é o segundo protesto no Terminal da Bíblia desde que o preço da passagem foi reajustado em 10 centavos. Na última quarta-feira (7) um grupo de usuários paralisou o fluxo de veículos no local após atrasos constantes dos ônibus, na ocasião, principalmente, da linha 019.

Uma resposta para “Ônibus do Eixo Anhanguera é incendiado por manifestantes”

  1. Avatar protestointeligente disse:

    Eis ai o porque o Brasil não vai para frente, já tem uma corrupção extrema e como se não bastasse o povo è Burro, isso mesmo Burro, pois não sabe nem reivindicar seus direitos de forma pacífica, ao invés de paralisar avenidas, fazer cartazes, ir á câmara, senado, órgãos superiores, nãooo preferem destruir algo que é para seu próprio uso. Mas tudo bem, continuem assim logo andarão de BICICLETAS PARA OS SEUS DESTINOS. Se leram até aqui então, entenderão que sou contra esse governo explorador do povo, e que apoio reivindicações e protestos, mas não dessa maneira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.