ONG global conhece projeto executado pelo Colégio Estadual Jardim América

Transparência Internacional quer replicar projeto ‘Estudantes de Atitude’ em outros países

Foto: Reprodução

O diretor executivo da Organização Não Governamental (ONG) Transparência Internacional – Brasil, Bruno Brandão, acompanhado do controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, visitou nesta terça-feira, 26, o Colégio Estadual Jardim América, em Goiânia, onde conheceu de perto as ações desenvolvidas no âmbito do projeto ‘Estudantes de Atitude’, coordenado pela Controladoria-Geral do Estado (CGE) e pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

O representante da Transparência Internacional parabenizou os estudantes pelo trabalho desenvolvido e fez uma breve apresentação da organização global, que hoje atua em 110 países com ações em prol da luta contra a corrupção em governos, empresas e sociedade civil. “Esperamos, com a ajuda de vocês, levar essa iniciativa para outros estados e quem sabe até outros países”, disse Bruno Brandão.

No caso da escola, foram realizados três projetos de intervenção, identificados a partir do diagnóstico da ‘Auditoria Cívica’, uma das etapas previstas pelo Projeto ‘Estudantes de Atitute’. Foram realizadas revitalizações nos banheiros masculino e feminino, na biblioteca e no pátio interno da unidade escolar.

“Com o projeto, a gente aprende a trabalhar em equipe, a respeitar as diferenças, ajudar mais dentro de casa, valorizar suas coisas pessoais e o trabalho de seus pais. Fica também a lição de que não adianta prejudicar o patrimônio público porque vai afetar a você”, comentou o estudante Lucas Sousa Santos. O controlador-geral do Estado, Henrique Ziller, descreveu a interação com os estudantes como um “dia de emoção” para todos. “Quando vejo vocês falando, percebo que o projeto faz sentido e não há nada mais gratificante para um servidor público”, disse.

Estudantes de Atitude

As escolas inscritas no Projeto ‘Estudante de Atitude’ que executaram propostas de melhoria em suas instalações passarão por auditoria de servidores da Controladoria-Geral do Estado (CGE) nesta semana. Os 10 melhores trabalhos serão premiados com recursos entre R$ 5 mil a R$ 30 mil. O resultado será divulgado pelo governador Ronaldo Caiado no dia 9 de dezembro, às 8 horas, em solenidade no Teatro Goiânia.

Lançado pelo Governo de Goiás em setembro deste ano, o projeto-piloto contempla escolas de 36 municípios, abrangidos pelas Coordenações Regionais de Educação (CRE) de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade, Inhumas, Goiás e Rio Verde.  Para 2020, ele estará aberto à participação de todas as escolas estaduais.

Podem participar alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio de instituições de ensino conveniadas com a rede estadual e de escolas regulares, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do sistema socioeducativo da rede pública estadual de ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.