OMS diz que não há evidências de contágio de Covid-19 através da cadeia alimentar

Duas cidades da China afirmaram ter encontrado vestígios de coronavírus em alimentos congelados importados e em embalagens

Foto: Reprodução.

Nesta quinta-feira, 13, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que o risco de o novo coronavírus ser transmitido por meio de embalagens de alimentos é mínimo. A organização ainda pediu para que as pessoas não tenham medo de que o vírus entre na cadeia alimentar.

Duas cidades da China afirmaram ter encontrado vestígios do vírus em alimentos congelados importados e em embalagens, o que provocou temor de que remessas de alimentos contaminados possam causar novos surtos.

“As pessoas não devem temer alimentos, embalagens de alimentos ou entrega de alimentos”, disse o chefe do Programa de Emergências da OMS, Mike Ryan, em entrevista coletiva. “Não há evidências de que a cadeia alimentar esteja participando da transmissão desse vírus.”

Maria Van Kerkhove, epidemiologista da OMS, afirmou que a China examinou milhares de embalagens e “descobriu que muito poucas, menos de dez”, testaram positivo para o coronavírus.

Mais de 20,69 milhões de pessoas foram infectadas com o novo coronavírus e quase 750 mil morreram no mundo até agora.

(Com informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.