Ofício que estabelece rondas na frente da casa de oficiais é falso, segundo Bombeiros

Assessoria do órgão esclareceu que a informação propagada por WhatsApp não procede e que já está tomando as devidas providências para identificar e punir os responsáveis

Objetivo da suposta determinação era "salvaguardar parentes e bens" do comandante e subcomandante do Batalhão de Itumbiara | Foto: Reprodução

Objetivo da suposta determinação era “salvaguardar os familiares e bens” do comandante e subcomandante do Batalhão de Itumbiara | Foto: Reprodução

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) divulgou nota nesta segunda-feira (31/8) em que esclarece que o suposto documento assinado pelo subcomandante do 6º Batalhão Bombeiro Militar de Itumbiara, João Roberto Santana, é falso. A determinação, que vinha circulando pelo WhatsApp, estabelecia que uma viatura operacional deveria fazer ronda a cada duas horas em frente à casa do comandante e do subcomandante da unidade.

A “Determinação n.020/2015” dizia que as viaturas deviam passar em frente às casas dos dois com o objetivo de “salvaguardar os familiares e bens”. Ainda segundo o falso documento, a ronda deveria ser feita tanto no período diurno quanto no noturno e seria comandada pelo chefe da ala em serviço.

“O CBMGO esclarece que se trata de uma montagem grosseira com o claro objetivo de atingir a imagem dos envolvidos”, diz a nota. Segundo a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, já estão sendo tomadas as medidas para identificar e punir os responsáveis por disseminar o boato.

No comunicado o órgão assinala ainda a importância de não se propagar notícias falsas. “A Corporação volta a alertar que o usuário é corresponsável pela informação que repassa e pode, muitas vezes ingenuamente, contribuir para interesses alheios, ao compartilhar algo que você não sabe se é verdadeiro”, afirma o Corpo de Bombeiros.

Confira a foto do suposto documento que vem circulando pelo aplicativo:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.