Deputados da base saem em defesa do nome de Lissauer para o Senado

O pessedista agradeceu a iniciativa e declarou que, “se for da vontade de Deus”, poderia ser

Com o objetivo de pressionar a decisão do governador Ronaldo Caiado (UB), o deputado estadual Amauri Ribeiro (UB) entregou nesta quarta-feira, 27, de manhã para ele um ofício assinado por parlamentares da base e alguns da oposição para que o presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSD), seja o candidato ao Senado. O pessedista agradeceu a iniciativa e declarou que, “se for da vontade de Deus”, poderia ser. O ato ocorreu durante a inauguração oficial da nova sede da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego).

No discurso, Amauri destacou que a atitude ocorreu sem o conhecimento de Lissauer e Caiado. “Diante mão, quero dizer para vocês que nem o Lissauer e nem o governador Ronaldo Caiado sabiam dessa decisão de todos os deputados da base e alguns da oposição lançar o nome de Lissauer a Senado. Mas, tenham certeza que até mesmo os demais deputados da oposição, que, por uma justificativa ou outra, não fazem parte da base queriam estar assinando esse ofício. Todos têm o mesmo pensamento e respeito pelo senhor. O senhor é um líder nato”. Ao governador, ele complementou: “Espero que o senhor mude a decisão e aqui fica o nosso pedido, governador”.

Ao lembrar que o nome de Lissauer foi cotado para pré-candidatura a deputado federal, Amauri justificou o argumento de lançá-lo ao Senado ao enaltecer a atuação do presidente da Casa durante o mandato legislativo para o Estado. “O deputado Lissauer era o nosso candidato a deputado federal. Com certeza ele seria eleito com quantidade de votos surpreendente pelo trabalho que desenvolveu, além dessa Casa de Leis, mas também por todo o Estado de Goiás. Por uma questão familiar, renunciou à sua eleição. Mas não vamos aceitar que Goiás perca mais uma vez uma grande liderança política. Agora queremos ele seja o candidato da base ao Senado. Eu disse a ele que um dia ele será governador”, frisou.

Além de Lissauer, entre os nomes que têm interesse em disputar a eleição para o Senado na base governista estão: Luiz Carlos do Carmo (PSC), Alexandre Baldy (PP), Delegado Waldir (UB), João Campos (Republicanos) e Zacharias Calil (UB). Há quem postule que, no momento, os dois nomes mais fortes são os de Alexandre Baldy, do Progressistas, e João Campos, do Republicanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.