OAB Forte repudia confusão entre apoiadores de Enil e Lúcio Flávio no CEL

Em comunicado, grupo lamenta o ocorrido e alega que atos praticados no clube foram “indignos e impróprios”

A chapa OAB Forte  e o candidato do grupo à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Goiás (OAB-GO), Flávio Buonaduce, emitiram, nesta segunda-feira (23/11), nota de repúdio sobre a confusão no Clube de Cultura, Esporte e Lazer da OAB-GO, no último domingo (22), envolvendo apoiadores dos candidatos Enil Henrique e Lúcio Flávio.

Na nota, a OAB Forte lamenta o ocorrido e alega que os atos praticando no local foram “infames, indignos e impróprios a um advogado, além de completamente ilícitos”. “É preciso deixar claro que o Clube foi construído pelos advogados e sua gestão é feita em benefício dos advogados”, defende a nota.

Confira o comunicado na íntegra:

O candidato à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Goiás (OAB-GO), advogado e conselheiro da Ordem, Flávio Buonaduce, juntamente com toda a chapa OAB Forte, vem a público manifestar repúdio aos atos infames praticados ontem no Clube de Cultura, Esporte e Lazer da OAB-GO, indignos e impróprio a um advogado, além de completamente ilícito, porque desrespeita as regras de funcionamento do CEL.

É preciso deixar claro que o Clube foi construído pelos advogados e sua gestão é feita em benefício dos advogados. Não se pode modificar o regulamento pelo grito, muito menos colocar em risco um patrimônio classista tão duramente conquistado. Obviamente, pelo próprio perfil democrático da Ordem, é permitido fazer campanha dentro das dependências do clube, mas isso não significa extrapolar de forma desrespeitosa as normas de convivência, numa vergonhosa arruaça.

Somos a única categoria profissional com preceito constitucional de defender e zelar pela ordem jurídica do Estado democrático de direito. Nosso trabalho é defender a lei, os direitos e buscar a Justiça; obrigação que nos impõe o dever de não nos imiscuirmos no erro, de preservar nossa conduta, de sermos exemplo para a sociedade.

Há muitos anos a advocacia goiana vem construindo sua história, que até agora só deixou um legado de respeito, honradez e credibilidade. Nenhum advogado hoje, sob qualquer pretexto, pode vilipendiar nosso nome.

Queremos reafirmar que, antes de uma disputa classista, existe o interesse da advocacia. No decurso do processo eleitoral subsiste um patrimônio físico e moral. Mais do que isso, além do voto, há uma função social, uma instituição cujo papel transcende a própria classe para servir à sociedade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.