OAB divulga nota de repúdio contra Bolsonaro após ataque a presidente da entidade

Capitão fez insinuações sobre morte do pai Santa Cruz. Nota afirma que o cargo de chefe do Executivo exige respeito à Constituição

Foto: reprodução

O Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou na tarde desta segunda-feira, 29, uma nota de repúdio a declarações proferidas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que, em entrevista, teceu críticas à entidade e fez referência ao desaparecimento do pai do atual presidente da OAB durante a ditadura militar.

As declarações foram feitas em coletiva de impressa após a Justiça julgar como imputável o autor do atentado a faca contra o presidente em 2018. Para Bolsonaro, a OAB teria interferido favorável a Adélio Bispo ao não autorizar a interceptação de telefonemas de um dos advogados de Adélio.

Na nota a Ordem dos Advogados do Brasil afirma que Bolsonaro, mesmo enquanto presidente, deve obediência à Constituição Federal que entre seus fundamentos garante dignidade da pessoa humana, na qual se inclui o direito ao respeito da memória dos mortos.

A OAB considera: “O cargo de mandatário da Chefia do Poder Executivo exige que seja exercido com equilíbrio e respeito aos valores constitucionais, sendo-lhe vedado atentar contra os direitos humanos, entre os quais os direitos políticos, individuais e sociais, bem assim contra o cumprimento das leis”.

Leia a nota completa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.