“O que o grupo decidir, está decidido”, diz Pedro Sales sobre ser candidato em 2022

Avaliado como postulante a um cargo eletivo nas próximas eleições, o jovem que acumula a presidência da Goinfra e da Agehab tem sido peça fundamental na Gestão do Governo Estadual

Cotado como um possível nome para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) ou até mesmo na Câmara Federal, o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, que também acumula o cargo de presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), diz que por hora concentra suas forças para as ações na gestão das duas pastas, entretanto não descarta concorrer ao pleito de 2022. Seu nome tem ganhado força nos bastidores e nas articulações para montagem de chapa.

Pedro Sales aponta que ainda está avaliando se troca função de auxiliar no governo de Ronaldo Caiado (União Brasil) para concorrer a uma vaga no Legislativo. A decisão de desincompatibilizar dos cargos, e concorrer nas próximas eleições deve ficar mesmo para o ano que vem, mas suas falas indicam forte tendência de que isso ocorra. “Sou uma pessoa de grupo. O que o grupo decidir, está decidido”, pontua.

Jovem e com grande destaque entre os secretariado de Caiado, Pedro Sales é apontado por colegas como uma pessoa de perfil “agregador” e que seria interessante tê-lo em uma chapa de deputados.

Histórico no Governo

Pedro Sales já foi titular na Secretaria de Estado da Administração (Sead) e também esteve na presidência da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego).

O político, que é filiado ao PSC, é advogado, especialista em direito tributário e funcionário de carreira do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele também foi assessor administrativo do então senador Ronaldo Caiado e ganhou mais proximidade após a eleição de Caiado para o Governo do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.