“O que está posto é a participação do PRP e do PSB; o que vier de resto é lucro”, diz Jorcelino Braga

Declaração foi feita sobre possível composição com PDT. Ele refutou declarações de Flávia Morais de que Vanderlan poderia não sair candidato para compor com Marconi

jorcelino braga

Em recentes declarações, a deputada federal pelo PDT Flávia Morais levantou a possibilidade de que o pré-candidato ao governo estadual Vanderlan Cardoso (PSB) abriria mão de sua candidatura para compor com outros partidos, entre eles, o PSDB do governador Marconi Perillo. No entanto, de acordo com o presidente estadual do PRP e possivelmente o aliado mais articulado do pessebista, o empresário e marqueteiro Jorcelino Braga, o cenário descrito pela deputada é inviável. “Zero de possibilidade”, frisou.

Em entrevista ao Jornal Opção Online, o titular alertou sobre a existência de um acordo firmado entre ele e Vanderlan, no qual estaria certo o lançamento da candidatura. Para Jorcelino, a deputada federal não deveria falar sobre a posição de Vanderlan, pois é um assunto que não lhe diz respeito. “O que está posto é a participação do PRP e do PSB. O que vier de resto é lucro”, disse se referindo ao PDT de Flávia Morais, que ainda não definiu com qual chapa fará composição nessas eleições.

De acordo com a assessoria de imprensa de Vanderlan Cardoso, o político se reunirá nesta quarta-feira (23/4) com Flávia Morais para tratar do assunto.

Além do PRP, a pré-candidatura de Vanderlan também conta com o apoio do PSC regional, que tem como vice-presidente Isaura Cardoso, esposa do pessebista. No entanto, como a legenda já tem como pré-candidato à Presidência da República o pastor Everaldo Pereira, Vanderlan não contará com os preciosos minutos de televisão que seriam advindos com a composição caso o PSC não tivesse lançado a pré-candidatura. O PSB tem como pré-candidato à presidência o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Deixe um comentário