O mais jovem diretor de instituição financeira no Brasil é goiano e tem apenas 20 anos

Jonathan Lima começou a trabalhar na Pagar.me antes mesmo de completar a maioridade e, hoje, é sócio da empresa

Foto: Reprodução LinkedIn

Sócio da Pagar.me, plataforma de pagamentos online, o goiano Jonathan Lima se tornou o mais jovem diretor de uma instituição financeira no Brasil. Nascido em Anápolis, ele tem 20 anos e movimenta mais de R$ 1 bilhão em transações de clientes da empresa.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o jovem disse que ama tecnologia e se pauta por fazer coisas que melhorem a vida das pessoas. “Não necessariamente mudar a humanidade, mas fazer algo que facilite o dia a dia, que atenda a uma necessidade”, declarou ele.

Jonathan foi convidado a trabalhar na empresa depois de ganhar reconhecimento na área digital ao, por exemplo, ganhar campeonatos de hackers e programação. Ele começou a trabalhar remotamente, ainda em Anápolis, aos 12 anos. Aos 14, se mudou de vez para São Paulo, onde concluiu o ensino médio em um colégio para pessoas “com altas habilidades” em São José dos Campos.

Dizendo não ter mais que se preocupar em se manter, Jonathan afirmou que o dinheiro é, para ele uma maneira de “conquistar o que eu realmente quero, como construir algo de muito impacto para as pessoas”. Criada por dois jovens, Henrique Dubugras e Pedro Franceschi, a Pagar.me tem 3.800 clientes, entre eles a Ambev, a Ricardo Eletro e o Magazine Luiza.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.