Novo sistema de cobrança do transporte coletivo de Goiânia começa a valer no sábado

Reconhecimento facial, Qr Code e pagamento crédito e débito: entenda o novo sistema de cobrança do transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia

Ônibus da CMTC| Foto: Renan Accioly/Jornal Opção

O diretor executivo do RedeMob Consórcio, Leomar Avelino, apresentou nesta quarta-feira, 20, o novo sistema de bilhetagem que será implantado na Rede Metropolitana de Transporte Coletivo de Goiânia (RMTC). A nova forma de cobrança começa a valer à meia-noite de sábado, 23.

Leomar relatou que, em 2013, o Setransp buscou soluções para a bilhetagem, mas à época o projeto foi suspenso em razão de dificuldades financeiras. Em 2019, o RedeMob Consórcio conseguiu um empréstimo para financiar o projeto. Já em 2020, a pandemia atrasou a implantação do novo sistema.

O RedeMob defende que a nova tecnologia é a melhor do Brasil e deve prover maior conveniência aos clientes, além de fortalecer a segurança contra a fraudes e possibilitar a implantação de novas políticas públicas tarifárias e operacionais na Rede Metropolitana de Transporte Coletivo de Goiânia (RMTC).

Cartões sitpass antigos serão mantidos para uso no novo validador sem necessidade de troca

“A partir da 0h de sábado, 24, as mudanças serão simples, mas é importante que o usuário esteja ciente para que o novo sistema de sitpass funcione bem e traga mais comodidade aos clientes”, acentua Avelino. A migração do sistema não exige que os clientes troquem seus cartões.

Os clientes não devem ter desconforto, já que cerca de 1,6 milhão de cartões serão mantidos para uso no novo validador (amarelo), sem troca dos cartões sitpass. “É muito importante que o cartão ao ser utilizado pela primeira vez no novo validador (amarelo), esteja fora da bolsa ou carteira”, detalha Leomar.

Os idosos, ao utilizarem o serviço pela primeira vez, terá a leitura fácil realizada (inclusive com a máscara de prevenção à covid-19). A biometria fácil visa garantir o uso pessoal e intransferível dos cartões que tenham gratuidades. A solução reforça  a segurança e deve ser ampliada para outros usuários com gratuidades no decorrer de 2021.

Tarifas diferenciadas e pagamento

O novo sistema de bilhetagem possibilita novas políticas de cobrança, mas segundo o diretor executivo do RedeMob Consórcio a solução permite a cobrança por distância. “Seria outro sistema, outra tecnologia. Ou seja, o novo sistema não permite implantação dessa funcionalidade”, esclarece Leomar. O novo sistema custou 16,5 milhões.

O pagamento da passagem com cartões de crédito e débito, por aproximação por meio da tecnologia NFC deve ser disponibilizado aos usuários da Região Metropolitana de Goiânia ainda no primeiro semestre de 2021.

As funcionalidades de compra de vale transporte pelas empresas, compra de créditos nos pontos de vendas de recarga e a emissão de novas vias do Cartão Fácil estarão disponíveis até às 12h de sexta-feira, 22, e serão retomadas a partir das 8h de sábado, dia 23.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.