Novo decreto em Goiânia será publicado na próxima semana

Segundo o secretário de Saúde, Durval Pedroso, o decreto precisa ser “eficaz”. Andrey Azeredo pediu colaboração da população goianiense

Monitoramento de números da Covid-19 é diário no município| Foto: Divulgação

Na tarde desta sexta-feira, 19, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), se reuniu com o secretariado do município e o Comitê de Crise para discutir a publicação de um novo decreto em resposta ao avanço do coronavírus em Goiânia.

A previsão para a publicação do novo decreto é no início da próxima semana. Segundo o secretário de Saúde, Durval Pedroso, a pasta monitora diariamente os números relacionados a Covid-19 no município para conhecer a situação epidemiológica e tomar decisões a partir destes dados. Na visão do secretário, o decreto tem que ser eficaz. “Nós temos que ter um decreto que seja eficaz e que atinja o resultado que nós esperamos que é conter as aglomerações e as pessoas, evitando a disseminação dos vírus”, pontuou o secretário. 

Para o secretário de Saúde do município, apenas abrir leitos não é a única atitude que deve ser tomada no enfrentamento ao coronavírus. É necessário um trabalho de fortalecimento das estratégias de entendimento epidemiológico e controle da doença. “Não é só a questão da abertura de leitos, a gravidade da doença existe e as pessoas falecem. Nós precisamos abrir leitos para dar oportunidade para que as pessoas sejam atendidas”. 

O monitoramento diário do avanço do coronavírus no município permite que medidas mais restritivas possam ser tomadas em um curto espaço de tempo. Segundo Durval Pedroso, o prefeito está disposto a tomar decisões mais duras de enfrentamento à pandemia caso os números apontem o avanço da doença no município. Para o secretário, o trabalho que a pasta faz é de dar a segurança necessária para o prefeito tomar a melhor decisão para a vida dos cidadãos goianienses, a saúde financeira e outros aspectos do município.

Conflito de dados com a Secretaria Estadual de Saúde

Secretário de Governo de Goiânia, Andrey Azeredo aguarda dados mais profundos da nota técnica da SES-GO que colocou o município em situação crítica no combate a Covid-19. Segundo o secretário, o prefeito Rogério Cruz tem tomado decisões ainda mais restritivas em relação ao governo de Goiás. Como exemplo, Andrey Azeredo citou o fechamento de bares e restaurantes às 23h, enquanto no decreto do Estado não havia horário estabelecido para fechamento. O secretário pediu que a população cumpra o que for publicado no decreto para colaborar com o município. “ O decreto precisa ser eficaz, envolver as pessoas e elas precisam compreender e conscientizar do momento crítico que estamos vivendo. Sem essa participação efetiva, sem os cuidados necessários, nós não venceremos da melhor maneira”, pediu o secretário. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.