Novo decreto permitirá reabertura do comércio de Goiânia aos finais de semana

Outra mudança que deverá conter no documento é a permissão para a execução de ambientação sonora ao vivo limitada a dois músicos, na modalidade voz e violão

Representantes da prefeitura de Goiânia em reunião na tarde desta quinta-feira, 22, com o setor produtivo, no Paço Municipal, acolheu demandas do segmento para a construção das normativas do próximo decreto para contenção da pandemia. Desde a publicação do último decreto, no dia 13 de abril, setores comerciais considerados não essenciais, estavam proibidos aos fins de semana.

Conforme prevê o decreto estadual, com a adoção do modelo 14 por 14, com duas semanas de suspensão das atividades consideradas não essenciais, seguidas de outras duas de flexibilização, o novo documento previsto para ser divulgado ainda nesta quinta-feira permitirá o funcionamento do comércio durante os finais de semana, mas com as restrições de horários.

O prefeito Rogério Cruz determinou que fossem realizados estudos de viabilidade para contemplar os setores. “Reconhecemos que muitos negócios têm mais movimento aos fins de semana. E entendendo que os empresários estão inteiramente comprometidos com o combate ao coronavírus e que vivemos um momento de estabilidade, decidimos dar esta contribuição à economia da nossa cidade”, destacou o prefeito.

Outra mudança que deverá conter no documento é a permissão para a execução de ambientação sonora ao vivo limitada a dois músicos, na modalidade voz e violão.

Segundo o presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomercio-GO), Marcelo Baiocchi, as novas medidas atendem as solicitações dos comerciantes, que devem seguir todos os protocolos sanitários, como a exigência do uso de máscara, disponibilização de álcool em gel e distanciamento, para não haver a possibilidade de fechar novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.