Novembro Roxo reforça a importância do pré-natal no combate à prematuridade

O Brasil é o 10ª colocado entre os países onde mais nascem crianças prematuras

O pré-natal é essencial para evitar o nascimento prematuro do bebê |Foto: Reprodução

A campanha Novembro Roxo é celebrada internacionalmente no dia 17 de novembro, desde 2002. O objetivo da ação é mostrar os cuidados que as mulheres devem ter antes do parto, para evitar a prematuridade, além de ressaltar os cuidados para uma gestação mais segura. A cor roxa é usada para representar a sensibilidade e individualidade, particularidades dos bebês prematuros.

De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, aproximadamente 11,7% dos bebês nascem antes do tempo previsto. Colocando o País na 10ª posição entre os países onde mais nascem crianças prematuras, com aproximadamente 300 mil nascidos nessa condição todos os anos. Esses dados são preocupantes, já que a prematuridade – nascimento antes de 37 semanas de gestação – é a primeira causa de mortalidade infantil em todo o mundo, de acordo com a  Organização Mundial de Saúde (OMS).

Pesquisas recentes indicam que, na maioria das vezes, o problema está diretamente ligado às condições de saúde da mãe, como doenças infecciosas, placenta prévia, diabetes, hipertensão, pré-eclâmpsia, eclâmpsia e  descolamento prematuro de placenta, entre outras. De acordo com o DataSUS, um dos fatores de proteção para diminuir o risco do parto prematuro é a realização de mais de sete consultas

Graças à campanha do Novembro Roxo as organizações, hospitais, entidades, clínicas e profissionais de saúde promovem ações e eventos ligados à prematuridade, trazendo informações importantes sobre prevenção e reflexões pertinentes sobre a humanização demandada para esse tipo de atendimento médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.