Nove discursos de Dilma que não fizeram (nenhum) sentido

Após nova gafe da petista durante solenidade nesta terça-feira, Jornal Opção Online elencou declarações confusas da presidente em pronunciamentos e entrevistas

Divulgação/PT

Divulgação/PT

Mais um discurso da presidente Dilma Rousseff (PT) ganhou repercussão negativa na mídia após a petista ser novamente vítima das próprias palavras. A gafe ocorreu nesta terça-feira (12/5) durante entrega de moradias do Minha Casa, Minha Vida, no Rio de Janeiro.

Na ocasião, a petista chamou o ministro interino de Esportes, Ricardo Leyser, de “ministro dos Transportes” e, ao perceber o equívoco, tentou consertar e acabou piorando a situação ao dizer que havia “promovido” Leyser.

“Promover? Não, não precisa promover porque o Esporte é muito importante e vamos ter a melhor de todas as Olimpíadas”, corrigiu mais uma vez a presidente.

Ao longo dos últimos quatro anos no comando do País, Dilma protagonizou inúmeros outros momentos de confusão, que se tornaram alvo de críticas e piadas. O Jornal Opção Online selecionou outras nove falas da presidente que não fizeram (nenhum) sentido:

1 – Vai todo mundo perder

Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem quem perder, vai ganhar ou vai perder. Vai todo mundo perder. 

 

2 – Criança e a figura oculta

O dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais. Sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que é um cachorro atrás, o que é algo muito importante.

 

3- Pará ou Ceará?

Aqui no estado do Ceará. Não, no estado do Pará. Desculpa, gente. É que fui pro Ceará, tá? Ontem eu tava no Ceará. Aqui eu não falei uma coisa. Ah, não, falei sim, né?

 

4 – Muito respeito pelo ET de Varginha

Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido

 

5-  O dia que ela podia

E por que hoje? Porque era o dia que eu podia e ele podia. Eu podia, quase que eu não podia, tá? Porque eu vin…, eu vinha pra cá.

 

6-  Obama e o dentifrício

Eu ontem disse pro presidente Obama que era claro que ele sabia que depois que a pasta de dente sai do dentifrício ela dificilmente volta pra dentro do dentifrício. Então que a gente tinha de levar isso em conta. E ele me disse, me respondeu que ele faria todo esforço político para que essa pasta de dente pelo menos não ficasse solta por aí e voltasse uma parte pra dentro do dentifrício.

 

7-  O formato da Terra

Eu tinha que sair de Zurique, podia ir para Boston, ou pra Boston, até porque… vocês vão perguntar, mas é mais longe? Não é não, a Terra é curva, viu?

 

8- O PT e a inflação

Eu quero adentrar pela questão da inflação, e dizer a vocês que a inflação foi uma conquista desses 10 últimos anos do governo do presidente Lula e do meu governo.

 

9- Aeromóvel: o primo dos gaúchos

Porque conviver com o Aeromóvel, ali em frente do Parobé, e sabendo que se tratava duma tecnologia diferenciada, despertou, ao longo desse tempo, uma certo parentesco, eu acho, entre os moradores de Porto Alegre e o Aeromóvel. O Aeromóvel é um pouco de cada um de nós, e ele tem aquela familiaridade que as coisas com as quais você convive durante muito tempo despertam numa pessoa.

3
Deixe um comentário

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Rafael Matias

Mamãe ama vocês!

Matheus J

kkkkk o mais legal é que ainda existem pessoas que defendem uma débil mental como essa pra presidente

Mandioca

faltou o gafe dela falando sobre o meio ambiente ser uma ameaça